Alcione Araújo PDF Imprimir
Autores
AlcioneAraujo

ALCIONE ARAÚJO (Januária-1945)
Mineiro, Alcione Araújo é um dos mais engajados intelectuais do Brasil.

Mineiro, Alcione Araújo é um dos mais engajados intelectuais do Brasil. Radicado no Rio de Janeiro há mais de trinta anos, é romancista, dramaturgo, roteirista de cinema, televisão, cronista e ensaísta e atua em diversas áreas da vida cultural e intelectual. Sua obra teatral está reunida em três volumes com o título geral de Teatro de Alcione Araújo. São treze peças teatrais, entre elas, “Vagas para moças de fino trato”, “A caravana da ilusão”, “Doce deleite” e “Muitos anos de vida” – Prêmio Molière de Melhor Autor. Escreveu quatorze roteiros cinematográficos de longa-metragem, entre os quais, Nunca fomos tão felizes (Prêmio de Melhor Roteiro nos festivais de Gramado e Brasília), Jorge um brasileiro e Policarpo Quaresma.

Cronista do jornal Estado de Minas, sua coletânea de crônicas Urgente é a vida conquistou o Prêmio Jabuti-2005. Com o romance Nem mesmo todo o oceano, Alcione Araújo ampliou os horizontes de escritor de sólida carreira como dramaturgo. Em 2006 publicou Escritos na água e Este seu olhar. Seu mais recente romance, Pássaros de vôo curto, é uma viagem ao Brasil do século passado, Como ensaísta participou, entre outros, dos livros Os sete pecados do capital, Para entender o Brasil e Nossa paixão era inventar um novo tempo.

Alcione conquistou também um verbete no prestigiado Dicionário de literatura da língua portuguesa, publicado em Portugal, que inclui escritores, dramaturgos e filósofos das sete nações de língua portuguesa. Desde 2001 vem contribuindo como coordenador de debates nas Jornadas Literárias de Passo Fundo.