Cid Campos PDF Imprimir
Autores
cid-campos

Músico, compositor e produtor musical, nasceu em 1958, em São Paulo. Filho do poeta Augusto de Campos, ainda pequeno ouvia em casa Webern, Cage, Varèse, Stockhausen, Beatles, Hendrix, Janis Joplin, João Gilberto e assistia a shows particulares de Caetano, Tom Zé, Novos Baianos. Nos anos 1970, teve atuação intensa como baixista e compositor, assimilando a linguagem da música pop, do rock, do jazz e da MPB. Desde 1980 dedica-se a atividades musicais interdisciplinares, tendo participado de vários eventos. Suas intervenções nessa área ganharam incremento na década de 1990, após a montagem do seu estúdio (MC2 Studio). No convívio com o universo da música digital, seu trabalho de compositor e arranjador se abriu para diversas atuações: trilhas sonoras para filmes e vídeos, balés, instalações, espetáculos multimídia, com ênfase na arte experimental. Especializando-se no tratamento sonoro e musical do texto poético, produziu o CD Poesia é risco (1995), no qual atuou como compositor, cantor e instrumentista, associando música e tratamento sonoro às leituras de Augusto de Campos e do simbolista baiano Pedro Kilkerry e de suas traduções de Blake, Rimbaud, Joyce, Cummings. Na linha de trabalho de musicalização das leituras de poemas, produziu ainda dois outros CDs: o disco-documento Ouvindo Oswald, que recuperou as leituras do grande poeta modernista, acrescentando-lhe novas interpretações, e o CD da trilha sonora de poemas traduzidos da Bíblia, Profetas em movimento. Em No lago do olho (2001), primeiro CD integralmente dedicado às suas composições, a experiência da poesia-música com Augusto de Campos se amplia. Da poesia-música brota ainda a música-poesia das composições do seu segundo disco-solo, Fala da palavra (2004), no qual o diálogo entre composição musical e texto poético se aprofunda associando suas letras-poemas à linguagem dos novos poetas e a textos aparentemente impermeáveis à musicalização, do soneto monossilábico do poeta barroco alemão Quirinus Kuhlmann ao poema-bilhete-suicida de Maiakovski. Mais recentemente, criou com os poetas Arnaldo Antunes, Walter Silveira, Lenora de Barros e João Bandeira mais o videomaker Grima Grimaldi o espetáculo multimídia Poemix BR. Em 2009 lançou o CD infantil Crianças crionças, com o show poético-musical-teatral. Além das apresentações de espetáculos "verbivocovisuais", vem realizando aulas-shows e work-shows com tecnologia de ponta, como Poemúsica (2010), ao lado de Augusto de Campos e Adriana Calcanhotto.