Domício Proença Filho
Autores
domicio-proenca

É o quinto ocupante da cadeira 28 da Academia Brasileira de Letras, eleito em 23 de março de 2006 na sucessão do acadêmico Oscar Dias Correia, e recebido em 28 de julho de 2006 pelo acadêmico Evanildo Bechara. Nascido no Rio de Janeiro em 1936, é professor, pesquisador em língua portuguesa e literatura brasileira, romancista, poeta, ensaísta, crítico literário, antologista, filólogo, conferencista e promotor cultural, autor de cinquenta livros. É Doutor em Letras e livre-docente em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina. É titular de Literatura Brasileira e professor emérito da Universidade Federal Fluminense, aposentado após 38 anos de trabalho nos cursos de graduação e pós-graduação. Atuou em inúmeros outros estabelecimentos de ensino médio e superior no Brasil e no exterior.  Promotor cultural, criou o projeto Bienal Nestlé de Literatura Brasileira e coordenou a primeira fase, em 1982, e a segunda, em 1984. Foi também autor de dezenas de projetos desenvolvidos pelo Departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, entre 1975-1979. No âmbito da comunicação de massa, idealizou e produziu, para o Serviço de Radiodifusão Educativa do Ministério da Educação e Cultura, entre outras atividades, as séries Nos caminhos da comunicação (cerca de cem programas) e Os romances de Érico Veríssimo. É membro das seguintes entidades culturais: Academia Brasileira de Filologia; PEN Clube do Brasil; Associação Brasileira de Literatura Comparada (Abralic); Academia de Artes, Ciências e Letras da Ilha de Paquetá e do Círculo Literário da Marinha. Dentre as suas obras, citam-se Língua portuguesa, comunicação, cultura. 4 v.; Por dentro das palavras da nossa língua portuguesa; Noções de gramática da língua portuguesa e Capitu – memórias póstumas.