Gonçalo M. Tavares PDF Imprimir
Autores
goncalo-tavares

Escritor português, nasceu em 1970 em Angola, Luanda. Passou sua infância em Aveiro, Portugal, onde, em 2001, publicou a sua primeira obra, Livro da dança. Desde então obteve reconhecimento no Brasil, na Itália, na França e na Sérvia, além de conquistar os mais importantes prêmios, entre eles, o Prêmio Branquinho da Fonseca, da Fundação Calouste Gulbenkian e do jornal Expresso, com a obra O senhor Valéry, o Prêmio Revelação de Poesia, da Associação Portuguesa de Escritores, com Investigações, e os internacionais: Prêmio Portugal Telecom 2007 (Brasil), Prêmio Internazionale Trieste 2008 (Itália), Prêmio Belgrado Poesia 2009 (Sérvia), Prix du Meilleur Livre Étranger 2010 (França) com Aprender a rezar na era da técnica,  foi finalista do Prix Femina 2010 (França), finalista do Prix Médicis 2010 (França) com Aprender a rezar na era da técnica, nomeado para o Prix Cévennes 2009 – Prêmio para o Melhor Romance Europeu (França), com Jerusalém. Com Uma viagem à Índia, conquistou o Prêmio Melhor Narrativa Ficcional 2010, da Sociedade Portuguesa de Autores. Sua obra é conhecida na Europa e em outros continentes tendo em vista as traduções de seus romances, contos, ensaios e poesias. Está representado em antologias de poesia publicadas na Holanda e na Bélgica e editado em revistas inglesas e americanas. Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, curtas-metragens, óperas, performances e projetos de arquitetura. Também são de sua autoria os romances Um homem: Klaus Klump, A máquina de Joseph Walser, O homem ou é tonto ou é mulher e A colher de Samuel Beckett e outros textos.